sábado, 17 de setembro de 2011

1. ÂNGELO CORNELLI E MAGDALENA POLLI

DEL CORNO (CORNELLI) (Cravegia) – D’azzuro, AL corno da caccia d’argento, imboccato e guarnito
 d’oro, legato di rosso.

Brasão da Família Cornelli

Escudo da Família Cornelli

Árvore Genealógica de Ângelo Cornelli e Magdalena Polli

ANGELO CORNELLI, filho de Ângelo Cornelli e de Madalena Gesoni, nasceu em 1848 em Verdellino, província de Bergamo, região da Lombardia, Itália.  MAGDALENA POLLI, filha de Jacob e Madalena Polli, nasceu em 1849, província de Milão, região da Lombardia, Itália.
               Casaram-se e vieram para o Brasil aproximadamente entre os anos de 1876/1879 com seu filho Giovanni (João) e dois irmãos de Ângelo, Antonio e Alexandre.
             Chegaram de navio e barco até São João de Montenegro e de lá até a colônia a pé. Estabeleceram-se em Linha Leopoldina, município de Monte Bello, receberam do governo o lote de terras de numero 100 com 242.000metros quadrados que seriam pagos mais tarde. Ali Ângelo tinha uma casa de pasto (hotel), com parada para os animais.
                      Em 1895 receberam a posse definitiva da terra. Em 1897 vendeu suas terras para Michele Dendena e mudaram-se para Linha Lambari no município de Encantado - RS.
                      Ângelo dedicou-se a agricultura, vindo a falecer no dia 03/07/1910 com 61 anos de idade, em Encantado e Magdalena faleceu no dia 07/08/1934 com 85 de idade também em Encantado, deixando como descendentes os seguintes filhos: Giovany (João), Rosa,  Maria, Fioravante, Celestina, Cerafina, Sabino e Maximiliano.
                       Seu irmão Antonio, faleceu em Linha Graciema no município de Monte Belo no dia 19/06/1944 com 80 anos, solteiro, não deixando descendentes.
                       Alexandre foi morar em São Paulo e posteriormente voltou para a Itália.

Magdalena Polli Cornelli

Alexandre Corneli - irmão de Ângelo Cornelli

Antônio Cornelli - irmão de Ângelo Cornelli

Casa de pedra e barro de Ângelo Cornelli e Magdalena Polli - Lote 100 - Linha Leopoldina - Monte Belo do Sul - RS

Certidão de Óbito de Ângelo Cornelli

Certidão de Óbito de Magdalena Polli Cornelli

 Certidão de Óbito de Antônio Cornelli

Carta em Italiano 01

Senhores Primos

 É a primeira vez que a vós me apresento, é certo que vocês desconhecem, mas há tanta vontade de saber qualquer coisa de vossa mãe, que é minha tia predileta, é que me ponho um tempo para escrever.
Anos atrás .... sempre me parte em recordar tanto de seus filhos, tenho agora uma pequena recordação que era para ter vindo uma vez em uma carta. Depois da guerra que anos sacudiu todo mundo, não sofre mais nada.
Era a única irmã de meu pobre pai, a minha mãe me falava sempre dela e eu para perpetuar a sua memória na família, tenho uma filha minha com o nome de Madalena. Estou certa que qualquer hora ouvira falar de Mossanica, a nossa cidade nativa e já faz onze anos que eu a deixei para viver e morar em Milano.
Bendita a sua memória que si é levada embora, que a vossa família não está aqui sofrendo debaixo do jogo do fascismo que ainda vivemos as conseqüências.
Na próxima correspondência, em outra ocasião, explico melhor.
Anita e meu marido, meus quatro filhos lhes desejamos melhores votos de felicidades e páscoa e a vocês nossos familiares.
Rezar aos nossos ......saúde........declarar.
                                            A sua prima Giovana Fiumi
                                             Cesano Boscone, 10/04/1946
                                              Via Vitório E.B. – Milano

Carta em Italiano 02 


Senhores Primos

Foi recebida vossa carta e tenho esperança que está tudo em perfeita saúde e que ....a vida toda com fortuna bastante bem e faço votos de assim continuar.
Vivemos um momento muito triste, especialmente agora que meu marido está no hospital gravemente doente. Se não fosse a fé, as coisas seriam especialmente difíceis, pois a rígida estação em que nos encontramos já que para nós o inverno é um inferno.
Porque nos falta de tudo, muitas vezes penso quanto os meus parentes, quem sabe, quanta coisa sobrando de seus filhos e os meus não tem nem mesmo para se cobrirem, que mundo mau, para resguardar meus filhos, relembro quantos foram mortos por causa das doenças provocadas ainda pela maldita guerra, como foi com meu marido que sempre foi um homem sadio e forte e agora, contudo, 4 anos que sofre por causa da guerra também. Faz pouco tempo que chegou dos países da America pacotes de vestuários e o meu último filho, ganhou um casaco com a escrita da Califórnia e tive que trocar o nome e colocar Brasil, porque senão não a usava, porque lendo Brasil dizia que era do tio. Não posso prolongar-me demais porque preciso voltar ao hospital. Espero as vossas fotografias, desejando a todos muita boa saúde. Saudando tanto mulher, filhos, irmãos e irmãs. Estou contente que tendes apreço e consideração de Bergamo, saúde e sorte.
Saudações da minha família

Giovana Fiumi
Cesano Boscone, Milano
12/11/1947

Um comentário:

  1. link árvore https://www.myheritage.com.br/site-family-tree-109971333/ferri?rootIndivudalID=1501753&familyTreeID=1

    ResponderExcluir